Blefe dos Mirandas comprovam que o presidente Jair Bolsonaro continua incorruptível!

Por Thiago Quara em 20 de julho de 2021 às 9:10 | Atualizado 20 de julho de 2021 às 9:10

Brasil – Ao que tudo indica, teve fim a ”maior acusação de corrupção” que conseguiram encontrar contra Jair Bolsonaro em 3 décadas que ele possui na política brasileira. E nem durou muito. O que ocorreu foi, apenas, acusações mesmo, verbais, sem nenhuma prova.

Por um mês, os acusadores (o deputado federal Luís Miranda, e seu irmão Ricardo, que trabalha no Ministério da Saúde e seria a fonte), disseram que apresentariam comprovações, sobretudo áudios de conversas reveladoras. Porém, nesses últimos dias eles admitiram que, na verdade, nada possuem. Primeiro, o deputado confessou no Roda Viva que não tem nenhum áudio que incrimine Bolsonaro, e que ”até o momento, o presidente não mentiu”.

E agora, segundo o jornal O Globo, o irmão do deputado, chamado Ricardo Miranda disse, em depoimento à Polícia Federal, que trocou de celular e não gravou as conversas que supostamente teve com autoridades do Ministério da Saúde, que teriam o pressionado a cometer atos ilícitos.

Segundo o jornal, a revelação surpreendeu os investigadores, pois não faz sentido algum alguém trocar de celular enquanto estava em conversações que pretendia registrar para ”derrubar o governo”. Moral da história: muito provavelmente, essas conversas na verdade nunca ocorreram.

Com informações Jornal O Globo 

Deixe seu comentário