Assembleia Legislativa solicita apoio de ministro Sérgio Moro para combater crime organizado no AM
Manaus - Amazonas - 04:33
24 de Julho de 2019

C/S PI 5577 - EFTIVAÇÃO DE MIDIA/BANNER / CAMPANHA NOVAS MEDIDAS - FASE I / SECOM / PORTAL CM7


Assembleia Legislativa solicita apoio de ministro Sérgio Moro para combater crime organizado no AM


Manaus- A crise no sistema carcerário do Amazonas levou a Assembleia Legislativa a solicitar ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, a criação de um Gabinete de Crise no Sistema de Segurança Nacional, com a missão de auxiliar o governo do Amazonas a controlar a onda de violência na capital e interior.

O pedido de ajuda foi idealizado pelo deputado estadual Fausto Jr, que reuniu assinaturas de outros 13 parlamentares. O documento será encaminhado ainda nesta terça-feira (28) ao ministério da Justiça e aos deputados federais e senadores da bancada amazonense em Brasília.

Segundo Fausto Jr, a onda de violência nos presídios mostra a falta de controle do Poder Público nas unidades prisionais. “O problema começou atrás das grades e se alastrou pelas ruas de Manaus”, afirmou o deputado. “O apoio do ministério da Justiça é fundamental para retomarmos o controle da segurança pública”, declarou.

O parlamentar destacou que o aumento da violência no Amazonas é motivado pelo narcotráfico. “Estamos vivendo uma onda de homicídios causada pela guerra de facções, que brigam pelo controle da rota do escoamento de drogas que atravessa o Amazonas”, afirmou o deputado.

O apoio do ministro Sérgio Moro visa retomar o controle dos presídios e, principalmente, aumentar a fiscalização da fronteira do Amazonas, por onde entram armas e drogas no Brasil. “O Amazonas é a porta de entrada de armas e drogas. Por isso as facções querem o controle da região”, explicou o deputado. “Quem dominar o crime organizado no Amazonas tem a chance de expandir o controle para todo o Brasil”, prevê Fausto.

O deputado ressaltou que é injusto cobrar do governo do Estado uma solução para o problema, pois o combate ao crime também envolve ações e investimentos do governo Federal. “É uma guerra que não se vence sozinho. É necessária a união de todos os setores, inclusive da população de bem, para vencer o crime organizado”, completou o deputado.

 

Deixe seu like:

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA