André Mendonça será relator de ação do governo para reduzir ICMS sobre o diesel nos estados

Por Henrique em 13 de maio de 2022 às 19:00 | Atualizado 13 de maio de 2022 às 19:00 André Mendonça será relator de ação do governo para reduzir ICMS sobre o diesel nos estados

Brasil – O ministro André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal (STF), será o relator do pedido do governo que visa suspender o convênio do Conselho Nacional de Política Fazendária que definiu a alíquota do ICMS para cada estado. O valor sobre o óleo diesel foi fixado pelo grupo em R$ 1.

A AGU (Advocacia Geral da União), a pedido da Presidência da República, acionou o STF (Supremo Tribunal Federal) contra suspensão de convênio do Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) que definiu política de ICMS dos estados sobre o diesel.

A AGU alegou que o convênio do Confaz adota “um heterodoxo ‘fator de equalização’ de carga tributária para cada estado”, para “adaptar a arrecadação de ICMS dos Estados e DF ao novo modelo de tributação monofásica”.

“A presente ação direta se destina a impugnar as cláusulas quarta e quinta, bem como o respectivo Anexo II, do Convênio ICMS nº 16, de 24 de março de 2022, celebrado pelo Conselho Nacional de Política Fazendária, que ‘disciplina a incidência única do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias’ e sobre ‘Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação’ [ICMS] sobre óleo diesel e define as alíquotas aplicáveis”, diz a ação direta de inconstitucionalidade que a AGU protocolou no STF.