Manaus – Nesta segunda-feira (24), a deputada Alessandra (MDB) deu continuidade às tratativas de ações integradas entre a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e intermediou a reunião entre o titular do órgão, Marcellus Campêlo, e o reitor da instituição, professor Cleinaldo Costa.

Na última semana, a parlamentar destacou a importância de ações integradas entre os órgãos visando dar mais eficiência à rede pública estadual de saúde. Durante o encontro, a parlamentar voltou a falar sobre a importância da instituição para o estado.

“É preciso que a UEA seja vista e reconhecida como membro essencial do governo. A universidade produz conhecimento e tecnologia que precisam retornar ao povo do Amazonas e isso só pode acontecer se houver uma parceria nas ações”, destacou.

Entre as ações de integração está a parceria entre o Hospital Universitário Francisca Mendes, que é referência no tratamento de doenças cardiovasculares na rede pública de saúde, e a UEA. Na prática, a universidade, assumiria o programa de residência médica da unidade, ampliando o atendimento e especializando médicos formados pela instituição.

Para o reitor da UEA, esse cenário de integração, além de importante para todos, é promissor.

“A reunião foi muito importante e produtiva. Esse momento agrega a UEA e a Susam num cenário que envolve capacitação em saúde e assistência por meio de ações integradas. É importante compreender que essa integração reflete em qualidade de vida para a população. Certamente qualquer reunião nesse se tudo trará benefícios para o setor da saúde no Amazonas”, explicou Cleinaldo Costa.

Idosos

Também nesta segunda-feira, a Associação dos Idosos de Rio Preto da Eva recebeu o mobiliário adquirido por meio de emenda parlamentar de autoria da deputada Alessandra. Foram adquiridos computadores, máquinas de costura, geladeira, freezer, caixa de som e ares-condicionados.

Os equipamentos vão estruturar a instituição que possui, atualmente, mais de 160 associados e desenvolve atividades culturais e esportivas, além da produção de artesanato e cursos de alfabetização de idosos. Para a presidente da associação, Eunir Alves, o sentimento é de gratidão.

“Nosso artesanato é vendido aqui no município e a verba é utilizada na manutenção da associação e do nosso microônibus. Agora teremos mais estrutura, todas as nossas atividades ficarão, sem dúvidas, mais completas. Só temos a agradecer”, declarou.

Texto: Ana Luiza Santos
Fotos: Jimmy Christian