Alessandra Campêlo protocola PL para distribuição de absorventes para mulheres em extrema pobreza no Amazonas

Por Bruno Almeida em 11 de março de 2021 às 12:47 | Atualizado 11 de março de 2021 às 12:47

Amazonas – Nesta quinta-feira (11), durante expediente na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), a deputada Alessandra Campêlo (MDB) apresentou o Projeto de Lei da Política Pública da Dignidade Menstrual, que visa amparar mulheres em extrema pobreza com a distribuição de absorventes.

Alessandra ainda destacou que a menstruação ainda é um tabu por muitos na sociedade, e que a problemática vai além de não abordar o tema. A parlamentar afirmou que 25% das mulheres não conseguem comprar absorvente por não possuírem renda alguma.

“Precisamos falar das mulheres que vivem em extrema pobreza, sem condições de comprar um absorvente. A ONU mostra que meninas usam miolo de pão como forma de absorver a sua menstruação. As meninas mais pobres que não têm como comprar absorvente não vão para aula por estarem sangrando. Não podemos fechar os olhos para meninas e mulheres sem condições de comprar um absorvente”, disse Alessandra, destacando a necessidade da sociedade parar de ignorar o fato de que mulheres que vivem na miséria não têm condições de adquirir o item de higiene básica.

“A ONU tem um projeto mundial e nesse projeto tratamos da distribuição de absorventes para mulheres em extrema pobreza e queremos que o Amazonas seja pioneiro”, finalizou a parlamentar.

Deixe seu comentário