Manaus – Em requerimento protocolado nesta quarta-feira (5), a presidente da Comissão da Mulher, das Famílias e do Idoso da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputada Alessandra Campêlo (MDB), solicitou a implantação do Programa de Apoio às Parturientes de Baixa Renda, com a doação de cesta básica ou cartão de valor equivalente e kit enxoval para o bebê.

A parlamentar afirmou que, com a crise econômica e os altos índices de desemprego no país, é preciso dar atenção para as mulheres grávidas em situação de vulnerabilidade social. O programa poderá ser implantado junto à Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), que fará a doação das cestas e kits.

Em caso de nascimento de gêmeos, trigêmeos ou mais, o kit será doado individualmente para cada filho. O kit poderá ser entregue na maternidade e após receber alta, a mãe receberá cesta básica em casa. Poderão ser beneficiadas gestantes com renda igual ou inferior a meio salário mínimo que resida no Estado no mínimo há seis meses e tenha realizado o pré-natal.

“Como presidente da Comissão da Mulher, tenho trabalhado na frente de combate à mortalidade materno-infantil e combate à violência obstétrica. Precisamos nos preocupar com as parturientes de baixa renda. Quando nos preocupamos com elas, nos preocupamos com a saúde e bem-estar de toda a família”, disse.

Mulheres guerreiras

A parlamentar recebeu, ainda, a presidente da Associação das Mulheres Guerreiras Borbenses, Maria da Conceição Castro, acompanhada da vice-presidente da entidade, Carolina Diniz. Durante a reunião, foi discutido a destinação de emendas parlamentares no próximo ano para a realização de cursos de costura e artesanato que deverão gerar renda para as mulheres borbenses.

As representantes da associação também alertaram para o alto índice de violência contra a mulher no município e a falta de uma delegacia especializada em crimes contra a mulher. “A nossa luta por todas as mulheres do Amazonas é diária e um compromisso do nosso mandato. Enquanto parlamentar e presidente da Comissão da Mulher, vou trabalhar em medidas de combate à violência contra a mulher no município. Borba pode contar comigo”, afirmou Alessandra.

Assessoria da deputada estadual Alessandra Campêlo – MDB
Jornalista Ana Luiza Santos 
Foto: Jimmy Christian