Manaus – Endel Assunção Lisboa, de 22 anos, conhecida como “Bia Assunção”, foi presa na noite desta sexta-feira (01) por suspeita de participação na morte do motorista de aplicativo Jairo Rodrigues Lavareda Coser, de 46 anos, assassinado na noite de quinta-feira (31), após realizar uma corrida até a rua 12 do bairro Mutirão, na Zona Norte.

Endel foi denunciada de forma anônima aos policiais civis da Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS). Após a prisão, ela negou envolvimento no crime e afirmou ter um relacionamento amoroso com a vítima. Em pesquisa ao sistema de informações da Secretaria de Segurança, os investigadores descobriram que Endel já responde processo pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte).

Jairo Coser foi assassinado após terminar uma corrida para o bairro Mutirão. Segundo testemunhas, três indivíduos desferiram 14 facadas no motorista, que ainda foi alvejado com um tiro de arma de fogo. Os suspeitos teriam utilizado uma motocicleta para se deslocar até a cena do crime.