Manaus – Na tarde desta sexta-feira (18), o médico veterinário Pedro Monteiro da Silva Jr, de 50 anos, passou por audiência de custódia sob denúncia de importunação sexual e tentativa de estupro.

O homem foi localizado na última quinta-feira (17) escondido em uma igreja, e posteriormente, foi levado à Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM), onde permanece em carceragem.

Pedro é acusado de tentar abusar sexualmente de pelo menos seis mulheres. Todas eram funcionárias da clínica dele, que fica localizada no bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus.

Entre as vítimas do aliciador, a universitária Bianca Alves de Lima, de 21 anos, foi a primeira a prestar queixa contra o médico.

A vítima relatou que ao reagir a tentativa de estupro, Pedro chegou a oferecer mil reais para que ela aceitasse fazer sexo com ele.

Após a jovem ter recusado a proposta, o veterinário a segurou e começou a se masturbar. A universitária conseguiu fugir usando da força física.

Depois de compartilhar os momentos de terror que viveu, outras vítimas apareceram e tiveram coragem de denunciar o abusador.

A Equipe de reportagem do Portal CM7 entrou em contato com a DECCM para saber o que foi decidido perante a justiça, mas não obtivemos retorno.