Manaus – A ex-secretária de Comunicação do Amazonas, Daniela Assayag, passou por uma busca a apreensão na manha desta quinta-feira (08), durante a operação sangria.  

O marido de Daniela, Luiz Avelino Júnior, foi levado preso. Ele seria sócio da empresa Sonar, que vendeu respiradores a loja de vinho, quando o esquema de desvio de dinheiro público foi descoberto. 

Antes de deixar o cargo de secretária de Comunicação do Amazonas, Daniela negou, em entrevista coletiva, que seu marido seja sócio de empresa que vendeu respiradores ao estado. 

Daniela apenas confirmou que ele iniciou negociação no início do ano para compra de parte da empresa. Contudo, após o pagamento da primeira prestação, teria desistido do negócio. 

Portanto, a compra e venda de parte da empresa não foi concretizada, afirmou a ex-secretária, reagindo às declarações do presidente da CPI da Saúde, deputado Delegado Péricles (PSL), que a apontou como envolvida no esquema investigado pela Polícia Federal. 

Agentes da PF também cumprem mandados de busca e apreensão na casa e no gabinete do vice-governador do Estado Carlos Almeida.

Veja abaixo a lista dos outros presos pela PF na manhã desta quinta-feira (08):

MAIS LIDAS: 

Ex-secretário de Saúde Rodrigo Tobias é preso pela Polícia Federal

Governo do Amazonas está contribuindo com a Polícia Federal na 2ª fase da ‘Operação Sangria’

Confira a Nota da Polícia Federal sobre a ‘Operação Sangria’