Manaus – Polícia Federal, com apoio do Ministério Público Federal, deflagra nesta manhã (25/4) a operação Arquimedes com objetivo de desarticular esquema de corrupção responsável por extração ilegal de madeira na floresta amazônica. A operação marca o início da utilização de uma ferramenta tecnológica de imagens de satélite que possibilita à Polícia Federal identificar novos focos de desmatamentos quase que diariamente, o que resultou numa melhor fiscalização e no aumento das ações in loco. O ex-superintendente do Ibama José Barroso  já era suspeito de extração ilegal de madeira para o exterior. Maiores informações, durante a coletiva às 10h30 através do portal CM7.

Foto: reprodução