Manaus – Na tarde da última segunda-feira (15), policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), cumpriram mandado de prisão temporária em nome de Paulo Cristian Pedroza Vieira, 22, responsável pelos disparos que vitimou o sargento Manoel Martins Lima, 54, da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), na última quarta-feira (10), na rua Arnaldo Carpinteiro Peres, bairro Petrópolis, zona sul.

De acordo com o delegado Paulo Martins, o infrator foi preso depois de comparecer a DEHS com um advogado, para confessar o crime. Segundo informações, o crime foi motivado por uma dívida que um amigo de Paulo, identificado como Danilo de Araújo Lima, vulgo ‘Batata’ estaria devendo uma quantia em dinheiro ao sargento, que o emprestou cobrando juros. No entanto, é negado que Manoel Martins fazia trabalho como agiota.

“Por estar sendo pressionado pelo sargento a pagar à dívida, Danilo e Paulo decidiram juntos que o PM fosse executado. Paulo efetuou cerca de 10 disparos contra Manoel”, disse o delegado. Segundo o delegado Paulo Martins, investigações sobre o assassinato do policial militar ainda estão em andamento. Danilo de Araújo está sendo procurado pelas autoridades policiais.  

Confira a coletiva na íntegra: 

https://www.facebook.com/watch/?v=690950285078001

Tags: , , , , , , ,