Travesti presa em Manaus participou do assassinato de rival em Brasília

Uma das duas travestis presas em flagrante na tarde desta segunda-feira (17) é acusada de participar da execução a terçadadas da travesti Agatha Lios, em janeiro deste ano, no Distrito Federal. O delegado Jone Clay foi quem confirmou a informação.

Carolina Andrade, como é conhecida, possui o nome de nascimento como Daniel Ferreira Gonçalves e tem 23 anos.

Na tarde desta terça-feira (18), uma coletiva de imprensa será realizada para que o delegado encarregado divulgue maiores informações sobre os procedimentos que serão adotados diante do caso.

Entenda o caso de Brasília

Ágatha Lios, registrada inicialmente como Wilson Julio Suzuki Júnior, de 23 anos, foi executada a terçadadas, em janeiro deste ano, em uma central de distribuição dos Correios, por várias travestis. A suspeita é de que o crime tenha sido motivado por inveja e disputa por ponto de prostituição.

Ágatha Lios
ver mais notícias