Manaus – Roleta recebeu uma homenagem com fogos, que puderam ser visto em toda a Manaus. Apesar das homenagens e do carinho demonstrado a ele nas redes sociais pelos comparsas, o Chefe do Comando Vermelho em Manaus era foragido no Amazonas e no Ceará, tinha ficha longa de crimes.

Enilton Cordovil Coelho, 36, vulgo ‘Roleta’, morreu na última quinta-feira (21), durante um confronto com policiais do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), em Sergipe. No dia em que o traficante morreu, foram presas oito pessoas e armas, carros e 150 quilos de drogas foram apreendidos. A vida do traficante não foi longa apesar de todo o poder dentro do trafico de drogas e ainda sendo o número 1 do CV. 

Ameaças

Roleta era conhecido por ameaçar policiais militares que atuavam na Compensa, em Manaus. Além de organizar os ataques às facções rivais, ele arquitetava fugas em presídios e planejava inclusive explodir um presídio para fuga de aliados.