Suspeito da morte de ex-presidiário em estacionamento de shopping é preso

Por Editora Chefe em 23 de agosto de 2016 às 14:52 | Atualizado 27 de setembro de 2019 às 8:09

Valcy foi preso através de denúncias anônimas e um mandado de prisão na manhã do último sábado (19), na casa a irmã dele, na Rua Alga Marinha, na comunidade Braga Mendes, bairro Cidade de Deus, zona norte.

122447_697x437_crop_57bc7d26c7d6bÀ reportagem, Valcy também destacou que ‘Pesadelo’ ameaçou de morte a família de Thiago, por conta de uma briga entre os dois nas dependências da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), na zona leste da capital.

“O ‘Pesadelo’ disse que quando saísse iria matar todo mundo. Chegou a ir à casa do Thiago, mas não tinha ninguém por lá e por isso ninguém morreu. Também me ameaçou de morte e acabou acontecendo isso”, relatou o suspeito.

Valcy foi indiciado por homicídio qualificado. Ele foi encaminhado a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro, em Manaus.
Crime

Heberson Monteiro, o “Pesadelo” foi executado com seis tiros, no estacionamento de um shopping center, na Avenida General Rodrigo Otávio, bairro Distrito Industrial. Segundo  o tenente Dener Moura, da 7ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom),  dois homens correram atrás de “Pesadelo” dentro do estacionamento e efetuaram os disparos à queima-roupa.

De acordo com o superintendente do centro de compras, Diorgenes Costa, as câmeras de segurança do estacionamento foram cedidas para a Polícia Civil (PC), identificar os criminosos.

“Pesadelo” foi preso em janeiro de 2013, suspeito de ter matado o goleiro Cleuton Ferreira Frade, no dia 22 de dezembro de 2012. Ele foi condenado, em 2015, a 11 anos de reclusão pelo crime.

Consta também no Diário de Justiça do Amazonas, que Heberson também respondia a um processo na justiça pelo crime de roubo.

Conteúdo D24

TAGSd24am.com
Deixe seu comentário