Saiba o verdadeiro motivo que fez homem ser executado após show do Gusttavo Lima em Manaus

Por Sthefane Campos em 6 de dezembro de 2021 às 16:44 | Atualizado 6 de dezembro de 2021 às 16:45

Manaus – Após o vídeo da execução do homem em um posto de combustíveis ter sido divulgado, circula em grupos de WhatssApp a possível motivação do crime brutal. Nesta segunda-feira (6), a publicação de uma facção criminosa com o suposto histórico de Gênesis Nascimento da Costa, de 40 anos, está sendo compartilhada nas redes sociais.

Gênesis, assassinado com mais de 40 tiros momento depois de se envolver em uma confusão no show do cantor Gusttavo Lima em Manaus, possivelmente teria envolvimento com o tráfico de drogas. Vulgo ”Pinóquio’’, como era conhecido, seria um dos maiores fornecedores de drogas do estado do Amazonas e já foi preso em 2014, 2016 e em várias outras datas, segundo relatos. Também é apontado como réu em diversos crimes, como falsificação de documento público, criando até mesmo uma doença para receber um habeas corpus.

”Pinóquio estava em cima do muro. Não era faccionado, vendia para quem tinha moeda, porém foi executado pelos membros da RDA-PCC, pois estava fortalecendo o Comando Vermelho em fornecer drogas para os mesmos, pois são queimados com os demais fornecedores”, detalha o post.

Leia publicação, na íntegra:

O assassinato é amplamente esclarecido pela facção, que afirma não ter existido discussão e nem fatalidade, mas sim uma execução com mais de 40 tiros.

”Pinóquio quase passa batido perante aos olhos, só que não despercebido. Aqui é assim, morreu no B.O vai ser exposto”, finaliza.

O crime está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Leia mais: Vídeo: homem é morto com 43 tiros após show do Gusttavo Lima; cenas fortes

Homem é assassinado com mais de 40 tiros após confusão em show do Gusttavo Lima em Manaus

Deixe seu comentário