Brasil – Shellyda Santos Duarte, de 31 anos, foi morta a tiros em Luziânia, em Goiás. A professora foi atingida por pelo menos seis disparos quando saia de casa na última segunda-feira (24). Segundo a polícia civil, o autor do crime é o ex-marido da vítima, conforme apuração do portal G1.

De acordo com a delegada Dilamar de Castro, a professora e os familiares estavam saindo de casa quando ela foi abordada pelo ex-marido, Márcio Ordones da Silva, de 41 anos, o qual efetuou os tiros na presença dos dois filhos pequenos do casal e da ex-sogra.

“Ela deu ré no carro para sair da garagem, veio um veículo e bateu na traseira. Quando ela desceu para ver o que era já se deparou com o ex-marido efetuando os disparos”, disse a delegada ao G1.

A filha mais velha da vítima até tentou buscar ajuda com uma vizinha. A professora foi socorrida, mas com ferimentos no tórax e abdômen ela não resistiu e morreu na unidade de saúde.

O ex-casal rompeu há cinco anos e o serralheiro não aceitava o fim do relacionamento. Márcio também já foi denunciado inúmeras vezes por violência doméstica e utilizava tornozeleira eletrônica como forma de medida protetiva em favor da educadora.

Antes de fugir, conforme a delegada, Márcio afirmou para a sogra que “iria atrás” da outra pessoa que estaria se relacionando com Shellyda.

Ainda segundo a delegada, existe a suspeita de que a vítima estava grávida, porém, um laudo pericial será feito para confirmar a informação.

Fonte: Isto É