Manaus – Na manhã desta terça-feira (8), um homem identificado como William Dexter foi encontrado morto em uma quitinete localizada na rua Senador José Esteves, bairro Compensa, zona Oeste da capital amazonense.

Informações dão conta de que a vítima era natural de Borba e trabalhava como professor de inglês. Vizinhos relataram ter sentido um forte odor exalando, e que pensaram ser um rato morto. Durante a busca do motivo para o cheiro, encontraram o corpo de William.

Inicialmente, suspeitou-se ser um caso de suicídio, mas a vítima estava com as mãos e os pés amarrados, e devido às características de execução, a perícia trabalha com a hipótese de latrocínio.

A principal suspeita é que William tenha caído em uma armadilha tramada por um homem com quem ele se relacionava dentro de seus aposentos, e que o criminoso tenha se aproveitado da orientação sexual da vítima para roubar e matá-lo.

O corpo foi encontrado em estado avançado de decomposição, o que sugere que William foi morto há pelo menos dois dias.

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para fazer a remoção do corpo. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) deve investigar o caso.