Preso homem que matou patrão a terçadadas após cobrar salário atrasado, em Manaus

Manaus – Na manhã desta terça-feira (31), Ronei Braz de Souza, 23, foi apresentado à imprensa após ser preso pelo assassinato a terçadadas do engenheiro agrônomo do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Inca) Elmi Vaz de Oliveira.

O crime, que ocorreu no dia 5 de janeiro deste ano, no ramal Santa Cecília, na rodovia AM-010, teve um desfecho depois de todos esses meses após as investigações desconfiarem da história de Ronei, que dizia que os dois haviam sido assaltados por uma quadrilha encapuzada.

Ronei trabalhava para o engenheiro. Hoje ele confessa que a motivação do crime foi porque o salário estava atrasado há três meses, e quando foi cobrar do patrão, ele disse que só pagaria quando voltasse de uma viagem. Depois disso, Ronei começou a planejar o assassinato do engenheiro.

O criminoso aproveitou um momento em que ele e o patráo estavam andando pelo ramal e o celular do engenheiro tocou. Distraído, Elmi levou uma terçadada na perna, caindo. Uma vez no chão, levou mais 8 terçadadas de Ronei.

O delegado encarregado do caso, Rafael Schmidt, revelou que o assassino também é investigado por um homicídio ocorrido em setembro de 2016, no município de Maués, tendo como vítima Andresson Lopes de Lima. O jovem também tem passagem na polícia pelo crime de furto.

ver mais notícias