Manaus – O  presidiário Rosimar Sales Moraes de 31 anos, foi espancado até a morte na noite desta quarta-feira (4), no presídio de Maués.

Rosimar estava preso desde agosto, acusado de matar a própria esposa com golpes de remo.

O presidiário foi espancado violentamente na Unidade Prisional de Maués por outros presos dentro do pavilhão em que estava preso, o mesmo ainda chegou a ser socorrido mais não resistiu aos ferimentos e morreu a Caminho do Hospital Geral da Cidade.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), informou que vai abrir uma sindicância para investigar a morte do detento.