Amazonas – Na noite desta segunda-feira (2), o presidente do sindicato dos rodoviários no Amazonas, Givancir Oliveira foi preso no município de Iranduba (distante à 34 Km de distância de Manaus), acusado de ser o responsável pelo homicídio de Bruno Freitas Guimarães e da tentativa de homicídio contra o transexual conhecido apenas como ‘Thelcy’. 

O delegado Bruno Fragas informou que Givancir Oliveira foi transferido para Manaus por motivos de segurança, isso porque a população do município de Iranduba se concentrou em frente a delegacia onde o sindicalista estava detido, para uma enorme manifestação. 

Givancir deve prestar depoimento ainda nesta terça-feira (3).

Foto: Divulgação/Internet

 

Matheus Medina, da redação