Manaus – Deflagrada ontem como um reforço contra os roubos a ônibus em Manaus, a Operação “Policial Sem Rosto” prendeu um homem com uma arma de grosso calibre logo depois dele anunciar um roubo. A tentativa frustrada de roubo ocorreu na noite de ontem (12/12), na Avenida Brasil, bairro Compensa, zona oeste.

No fim da tarde desta sexta-feira (13/12), o secretário de segurança, coronel Louismar Bonates, revelou o início da nova modalidade para combater os roubos no transporte coletivo. Dezenas de equipes de policiais militares, descaracterizados e armados, estarão dentro dos coletivos para flagrar estes grupos criminosos.

A operação vem sendo gestada há algumas semanas, e policiais militares passaram por qualificação especializada para o trabalho. Eles vão atuar, principalmente, com base em um levantamento de inteligência elaborado pela SSP.

Primeiro preso – Daniel de Almeida Romero, de 21 anos, estava com uma arma artesanal de calibre 16. Por volta das 22h, ele entrou no ônibus e anunciou o roubo. Em uma ação rápida, os policiais que estavam no veículo prenderam o suspeito e preservaram a integridade física dos passageiros.

O secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel Louismar Bonates, afirmou que a população pode ter certeza de que as Polícias estão trabalhando com formas diferenciadas para obter êxito contra o crime

“Para combater este crime, a Polícia Militar do Amazonas está lançando este novo tipo de policiamento. São policiais à paisana que estão dentro dos ônibus. Iniciamos os trabalhos ontem e já fizemos a primeira prisão de um homem com uma espingarda curta”, disse Bonates.

A Operação Policial Sem Rosto se junta a outras que já estão em curso, como a Rota Segura e a Catraca, conforme explicou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ayrton Norte.

“O policiamento está nos ônibus, com homens e mulheres à paisana, para combater o crime. Não vamos recuar diante de nenhuma situação. Estaremos sempre prontos para atender as ocorrências e com essa nova modalidade de policiamento queremos reduzir ainda mais esse tipo de crime “, afirmou.

Neste ano, de janeiro a outubro, o número de roubos a ônibus caiu quase 40% em relação a igual período do ano passado. O delegado-geral da Polícia Civil, Lázaro Ramos, afirmou que o trabalho será intensificado.” Vamos complementar o trabalho que a Polícia Militar iniciou. Estaremos fazendo abordagens, principalmente nas linhas de maior alteração”, afirmou.

Os policiais que atuam em grupos na Operação Policial Sem Rosto receberam treinamento especializado para atuar nos ônibus.