Manaus 28º
quarta-feira - 6 de abril de 2022

Polícia Federal encerra operação contra escravidão no Pará

Compartilhe

Brasil – A Polícia Federal encerra nesta quarta-feira (6) a Operação Redentora para combater regimes análogos à escravidão, com o cumprimento de mandados de busca e apreensão em fazendas nos municípios de Cachoeira do Ararí e Ponta de Pedras, na Ilha do Marajó, no Pará.

Para a operação foram usados transportes terrestre e fluvial, já que o local é de difícil acesso. O efetivo policial se deslocou de lanchas da PF até a fazenda alvo.

A investigação apura se 20 vítimas estariam sendo submetidas a trabalhos degradantes, sem condições de higiene, sem direitos trabalhistas garantidos e sem alojamento adequado.

A ação conjunta entre Polícia Federal e Ministério Público do Trabalho foi realizada para confirmar se as condições em que viviam os trabalhadores eram adequadas, viabilizar a regularização e ressarcimento dos direitos violados.

Se confirmado o crime, os investigados poderão responder por reduzir alguém à condição análoga à escravidão. A pena pode ultrapassar 12 anos se houver crianças e adolescentes entre as vítimas.

As investigações estão em andamento. O nome da operação é uma referência a Princesa Isabel (A redentora), que promoveu a abolição da escravidão e assinou a Lei Áurea em 1888.

Com informações R7
Deixe seu comentário