MANAUS-Na manhã desta sexta-feira (13/03), por volta das 7h, as equipes da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV), deflagraram a operação “Mandrião”, que culminou no cumprimento de mandados de prisão preventiva em nome dos irmãos Caio Matheus Bitencourt de Oliveira, 26; Daniel Lima Bitencourt dos Santos, 25; e Júlio dos Santos Carneiro, 20. O trio é investigado pela autoria dos roubos de seis veículos, ocorridos ao longo dos últimos dois meses. Durante a ação, os seis automóveis foram recuperados pelos policiais civis.

Foto: Alexandre Eudogio

A operação foi coordenada pela delegada-geral da Polícia Civil, Emília Ferraz, e pelo delegado Cícero Túlio, titular da DERFV. Em coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira, às 11h, na sede da Especializada, o titular explicou que os irmãos foram presos nos bairros Santa Etelvina e Monte das Oliveiras, ambos na zona norte da capital. Conforme a autoridade policial, as investigações em torno do caso tiveram início há cerca de dois meses, quando foram formalizadas as primeiras denúncias contra os infratores.

“As diligências indicam que os irmãos agiam em momentos de descuido das vítimas, principalmente quando as mesmas entravam ou saíam das residências delas. Além disso, durante o cometimento do crime, os indivíduos se comportavam de forma violenta e utilizavam armas de fogo para ameaçar os proprietários dos veículos. Em alguns casos, as vítimas chegaram a ser amarradas e espancadas. Depois que consumavam o roubo dos automóveis, os infratores utilizavam os carros para cometer arrastões em bairros distintos de Manaus”, explicou o titular da DERFV.

Conforme o delegado, os seis veículos que haviam sido roubados foram encontrados em diferentes pontos do bairro Coroado, na zona leste da capital, e serão devolvidos aos proprietários. Um dos carros, inclusive, já estava com os sinais identificadores adulterados. Os mandados de prisão em nome deles foram expedidos nesta segunda-feira (09/03), pelo juiz George Hamilton Lins Barroso, do Plantão Criminal.

Foto: Alexandre Eudogio

Procedimentos – Caio, Daniel e Júlio foram indiciados por roubo majorado, associação criminosa e adulteração de sinal identificador de veículo automotor. Ao término dos procedimentos cabíveis, eles serão levados para audiência de custódia, no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul de Manaus.