Polícia Civil divulga retrato falado de homem que estuprou menina de 15 anos e pede ajuda - Portal CM7
 
Manaus, 11 de dezembro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Polícia / Polícia Civil divulga retrato falado de homem que estuprou menina de 15 anos e pede ajuda

Polícia Civil divulga retrato falado de homem que estuprou menina de 15 anos e pede ajuda

Da redação | 21/06/2017 21:09

Assessoria de Imprensa da PC-AM Titular da Depca pede o apoio da população para identificar e prender autor de estupro ocorrido em 2016.

A delegada Juliana Tuma, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), solicita a colaboração de todos na divulgação de retrato falado de homem, ainda não identificado, autor de estupro que teve como vítima uma adolescente de 15 anos. O crime ocorreu no dia 22 de fevereiro de 2016. De acordo com a autoridade policial, ha vítima informou que estava sozinha em um ponto de ônibus situado na Avenida Max Teixeira, bairro Flores, zona Centro-Sul, no momento em que um carro de cor preta, com três indivíduos no interior, parou no local e um dos ocupantes do automóvel, em posse de uma arma branca, ordenou que a vítima entrasse no veículo. A adolescente relatou, ainda, que após alguns minutos, o carro foi parado em um lugar ermo e ela acabou sendo abusada sexualmente por um dos elementos. Após o crime, a vítima foi deixada no bairro Cidade Nova, na zona Norte da capital. Conforme a garota, o autor do delito possui entre 25 a 30 anos e mede, aproximadamente, 1,65 metro de altura.

Quem puder colaborar com informações que ajudem a equipe da Depca a localizar e prender o indivíduo, entrar em contato pelo número de telefone da unidade policial: (92) 3656-8575. Juliana Tuma ressaltou que delações também podem ser feitas ao número 181, o disque-denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). “Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garantiu a delegada.

{{post.date}}

 


Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA