Amazonas – Uma dupla de piratas do rio que atuam no rio Solimões próximo ao município de Coari (distante 363 quilômetros de Manaus), perderam mais de R$ 2,5 Milhões em drogas tipo ‘Skunk’ durante a Operação “Hórus”, deflagrada na última quinta-feira (28), por policiais militares do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM), foram apreendidos 251 volumes, totalizando cerca de 280 quilos de maconha do tipo skunk, avaliado em aproximadamente R$ 2,5 milhões.

De acordo com o comandante do 5° BPM em Coari, tenente-coronel PM Pedro Moreira, a operação policial teve início após denúncias feitas por ribeirinhos informando que indivíduos conhecidos por “Gambiarra” e “Bodó” teriam escondido diversos sacos possivelmente com drogas em uma mata de igapó nas proximidades da Comunidade Menino de Deus, da Ilha do Ariá.

O entorpecente foi encontrado após intensas buscas na mata de igapó atrás da comunidade. Os policiais militares foram até o local e desconfiaram de uma canoa encostada na margem do rio e seguiram uma trilha que os levou até os sacos com drogas, que estavam cobertos com uma lona preta.

Os suspeitos de serem donos da droga, segundo os moradores, são “piratas de rio”, mas não foram encontrados no local. Wugercirley Peres, apelidado de “Gambiarra”, é conhecido da polícia, possuindo dois mandados de prisão em aberto por envolvimento na pirataria de rio.

Ainda de acordo com o comandante do 5° BPM, durante a operação policial no rio Copeá, na semana passada, foram obtidas informações de que o bando de “Gambiarra” teria roubado uma grande quantidade de drogas e levado para a cidade de Coari, a fim de dividir o entorpecente com seus “patrões”, que financiam a pirataria de rio.

O entorpecente apreendido foi apresentado e exibido na 10ª Delegacia de Polícia Civil em Coari, onde os volumes foram pesados e contados, e deverão ser incinerados o mais breve possível.

Tags: , , , , ,