Manaus – Foi presa nesta quarta-feira, 7, Milena Garcia da Silva, de 19 anos acusada de decapitar Rodrigo dos Santos Aranha, vulgo ‘Balotelli’, no Conjunto Viver Velhor, ano passado no dia, 4, de dezembro. Francisco Gleyson, vulgo ‘Plenitude’ que era o chefe da facção naquela região, autorizou a morte de ‘Balotelli’, após briga de território.

Milena que já tinha uma rixa com ‘Balotelli’ após ele ter atirado nela uma vez, ela assumiu o comando de cortar a cabeça com uma faca e assumir o assassinato.

Depois de morto, o bando tentou enterrar o corpo, mas avistaram populares no local e desistiram, deixando o corpo onde estava e levando a cabeça numa quadra nas proximidades do viver Melhor. Thiago, vulgo ‘doido’, pegou a cabeça de ‘Balotelli’ e ficou chutando na quadra com outros comparsas.

Milena que vendia drogas naquela região, não tinha nenhuma passagem pela polícia.

A Polícia Civil confirmou que cinco pessoas estão presas, cujo os nomes são: Samara da Silva, Beatriz Lisboa, Joyce Mara, Milena da Silva, Francisco Gleyson, vulgo ‘Plenitude. Ainda seis estão foragidos sem identificação dos nomes, pois a Polícia continua investigando o caso.