Manaus – Na noite da última terça-feira (9), bandidos tiraram a vida da diarista de 47 anos identificada como Walcicleia Soares da Silva com pelo menos 13 pelo corpo. O crime ocorreu no beco Francisco Galvão, na rua Francisco Galvão, Conjunto Amazonino Mendes, bairro Mutirão, Zona Leste da cidade.

Os assassinos foram até a casa da diarista para “acertar as contas” com o filho dela, que não estava em casa. Insatisfeitos, os bandidos resolveram matar a mulher no lugar do filho. Os familiares de Walcicleia tentaram socorrer ela mas sem sucesso.

Informações apontam que ela estava grávida de 2 meses e era frequentadora de uma igreja evangélica daquela área.