Matheus Medina, da redação 

Manaus – No último domingo (16), uma mulher que não teve sua identidade revelada, foi flagrada tentando entrar no CDPM1 (Centro de Detenção Provisória Masculino 1), localizado no quilômetro 8 da BR-174, estrada que liga Manaus à Presidente Figueiredo, com o texto completo de um processo criminal escrito no seu corpo.

De acordo com informações do diretor da unidade prisional, Erivan Miller, a mulher foi descoberta após apresentar um grande nervosismo e agitação ao durante a realização dos procedimentos de revista do CDPM1.

Ao perceber a atitude da mulher, um agente penitenciário notou que as pernas da visitante estavam completamente riscadas de caneta. Ela até tentou esconder, mas os riscos estavam explícitos e foi solicitado que a mulher tirasse sua blusa.

“Foi verificado que as costas e as pernas tinham textos referentes ao processo criminal do interno que seria visitado”, disse o diretor do CDPM1. O processo escrito no corpo da mulher corresponde ao processo criminal do companheiro dela que seria visitado.

A coordenação da unidade prisional determinou a suspensão temporária da mulher por 30 dias, e durante esse período ela não poderá visitar seu companheiro.