O Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM) vai abrir um procedimento administrativo para acompanhar a apuração dos fatos que culminaram na morte de 17 pessoas, supostamente traficantes de drogas, na madrugada desta quarta-feira (30), em Manaus. As mortes ocorreram, segundo o comando da Polícia Militar, depois de confronto com policiais da Rocam (Rondas Ostensivas Cândido Mariano), entre o final da noite de terça-feira e a madrugada seguinte.

A medida foi informada, oficialmente, pelo Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Jurídicos (SubJur), Carlos Fábio Monteiro, ao Secretário de Segurança Pública, Louismar Bonates, na manhã de hoje.

Acompanhado do Coordenador do Grupo de Ação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), promotor de Justiça Reinando Nery, o SubJur Carlos Fábio, representando a Procuradora-Geral de Justiça, Leda Mara Albuquerque, ouviu do Secretário da SSP as informações disponíveis até o presente momento sobre o fato ocorrido em uma rua do bairro Crespo, Zona Sul de Manaus.

Segundo Carlos Fábio, o procedimento administrativo será aberto pela 61ª Promotoria de Justiça de Controle Externo da Atividade Policial (61ª Proceap) que, inclusive, já está acompanhando o caso.

Fonte: ASCOM MPAM