Manaus – Na madrugada deste domingo (13), um pai de família e seu filho, de apenas dois anos, foram vítimas de uma tentativa de homicídio por um policial que estava transtornado. O caso ocorreu no condomínio Smart Flores, bairro Da Paz, zona centro-oeste de Manaus. 

Segundo a vítima, era mais de 3h da manhã e a baderna rolava solta na área de lazer do condomínio. Ele ligou para a síndica e relatou a pertubação que estava tendo devido ao som alto e gritaria de um grupo de amigos. 

No entanto, um policial que provavelmente estava alcoolizado, não gostou da reclamação sobre a sua resenha e decidiu atirar no apartamento da vítima. Ele atirou pelo menos dez vezes em direção ao quarto da criança.

Por sorte, ninguém ficou ferido. O pai, desesperado, teme que o caso seja engavetado. A criança só não foi atingida e morta, porque estava em outro cômodo. 

O policial ainda saiu do local deixando a ameaça de que mataria o pai de família. Todos da casa saíram às pressas com medo de que ele voltasse. O pai usou as redes sociais para denunciar o caso, e afirma que o filho está em estado de choque e que não para de repetir o som dos disparos. 

A vítima afirma que nunca viu o policial, que nem sequer trocou uma palavra com ele. 

Veja o relato do pai:

Veja o momento em que o Policial ameaça a vítima:

Veja o estado de trauma da criança: