Manaus 27º
sexta-feira - 24 de junho de 2022

Mais de 24h após o crime, cabeça de L7 levada por assassinos ainda não foi encontrada no Amazonas

Compartilhe

Manaus – Desde a execução de Luciano Barbosa, o L7, filho de Ze Roberto, Manaus está em guerra. Na manhã desta sexta-feira (23), após mais de 24h do crime, a cabeça de L7 ainda não foi encontrada.

De acordo com informações, L7 foi morto com vários tiros na casa onde morava com a mãe e o padrasto, no município de Anamã.

Os assassinos além de o torturarem até a morte, decapitaram sua cabeça e levaram o membro como uma espécie de prêmio. Eles ainda divulgaram vídeos tanto do momento da execução, quanto exibindo a cabeça do L7 após o crime bárbaro.

O padrasto de L7 acabou sendo morto durante o conflito. A mãe precisou testemunhar tudo, além de perder o filho, perdeu também o marido, que até tentou pular no rio para escapar dos assassinos, mas não conseguiu.

Os corpos de L7 e do padrasto chegaram em Manaus na noite da última quinta-feira (23), e estão na sede do Instituto Médico Legal (IML).

O policiamento nas ruas da capital amazonense foi reforçado desde o assassinato de L7, pois as facções criminosas já estão em guerra. Durante as primeiras horas após o crime, outros homicídios já foram registrados e teve até foguetório.

Deixe seu comentário