Manaus 27º
sábado - 21 de maio de 2022

Madrasta é suspeita de envenenar os próprios enteados com chumbinho no feijão

Compartilhe

Brasil – Suspeita de envenenar os dois enteados com chumbinho no feijão, Cíntia Mariano Dias Cabral, de 49 anos, não demonstrou arrependimento ao prestar depoimento na 33ª DP (Realengo), nesta sexta (20). 

Na delegacia, por orientações de seu advogado, Cíntia permaneceu em silêncio. Ela prestava depoimento à Polícia Civil quando teve a prisão temporária decretada e acabou presa. 

Apesar de conviver com os jovens há pelo menos 12 anos, a madrasta teria envenenado os irmãos por ciúmes do marido.  

Envenenado no último domingo (15), o adolescente, de 16 anos, conseguiu escapar. A irmã dele morreu em março.

De acordo com o delegado Flávio Rodrigues, titular da 33ª DP, apesar de não confessar o crime, em depoimento, um filho biológico de Cíntia contou à polícia que a mãe admitiu a ele ter envenenado os enteados com chumbinho, veneno usado para matar ratos.

*Com informações de Jornal Extra

Deixe seu comentário