Manaus – Justiça faz pedido de prorrogação do inquérito por mais dez dias, que investiga as causas do assassinato do advogado Wilson Filho, na madrugada do dia 25 de novembro, no Porão do Alemão.

A prorrogação foi solicitada pelo delegado Josué Rocha, que integra a comissão especial da Unidade de Apuração de Ilícitos Penais (UAIP) responsável por apurar casos envolvendo policiais civis. A decisão é da juíza Mirza Telma de Oliveira, do 1º Tribunal do Júri. Os advogados de defesa das vítimas temem pela soltura do delegado que permanece preso na Delegacia Geral.