Imagens fortes: Mulher mata amiga a facadas por ela maltratar bebê de 3 meses - Portal CM7
 

CM7

 
O Amazonas e o Mundo cabem aqui!
Manaus, 18 de novembro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Polícia / Imagens fortes: Mulher mata amiga a facadas por ela maltratar bebê de 3 meses

Imagens fortes: Mulher mata amiga a facadas por ela maltratar bebê de 3 meses

Da redação | 17/10/2017 17:24

Belém – Nesta segunda-feira (16), Paula Fernanda Figueiras foi brutalmente assassinada a facadas por Fabiane da Silva, na Ilha de Mosqueiro, em Belém do Pará.

As duas “amigas” moravam juntas há alguns meses, numa casa que dividiam. Paula estava desaparecida desde domingo (15), o que deixou os familiares desconfiados. Após ser pressionada por uma resposta sobre o paradeiro da vítima, Fabiane confessou que tinha matado a amiga e escondido o corpo em um mangue. O próprio padastro de Fabiane Silva procurou a Polícia Militar para denunciar o crime.

O sargento Reinaldo foi até a casa da acusada, que conduziu a PM ao local onde o corpo foi escondido, no Furo das Marinhas, uma região de mata de difícil acesso próximo à rodovia PA-391. O corpo de Paula Fernanda foi encontrado após alguns minutos, coberto de lama.

O Centro de Perícias Científicas Renato Chaves fez um levantamento inicial na cena do crime e informou que Paula foi morta com 32 facadas, mas que precisava fazer um exame mais minucioso, já que o corpo da vítima estava muito sujo, o que dificultava a localização dos ferimentos.

À família e à Polícia, Fabiane disse que matou a colega porque Paula havia batido no filho dela, de apenas três meses. Uma outra versão conta que o crime foi motivado por uma suposta traição: Paula teria dormido com o namorado dela. Por ter confessado o crime, Fabiane foi presa em flagrante na 9ª Seccional de Mosqueiro por homicídio doloso. A Polícia investiga a participação de um homem, possivelmente o namorado de Fabiane, na execução do crime.

Imagens fortes:

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA