Amazonas – A polícia militar conseguiu prender os irmãos Rafael Freitas de 23 anos e Jaqueline Batista Trindade, de 29 anos, a prisão aconteceu no último sábado (7), por suspeita de terem matado Andriely da Silva Nascimento, de 23 anos, a golpes de estaca e faca, no km 210, da rodovia AM-010, em Itacoatiara.

A vítima que estava grávida, foi morta após os irmãos suspeitarem que ela teria praticado “magia negra”, para prejudicar Jaqueline, conforme foi dito a policiais da Delegacia Interativa de Itacoatiara.

De acordo com o Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado, na manhã de sábado, o desaparecimento de Andriely que morava no bairro da Prainha, mas que no momento estava morando com um companheiro em uma fazenda nas proximidades do Ramal São Francisco, na AM-010.

Os irmãos foram detidos pela Polícia Militar da Vila de Lindóia, juntamente com Jander dos Santos Pinheiro e Jackson Pinheiro Neto, companheiro e sogro de Andriely, respectivamente. Todos negaram envolvimento no desaparecimento da mulher.

Segundo o delegado Paulo Barros, titular da Delegacia de Itacoatiara, o desaparecimento foi alterado para homicídio, depois que o corpo da vítima foi encontrado por familiares dela, em uma área de mata. Uma equipe da delegacia se deslocou até o local e encontrou uma estaca com marcas de sangue. Enquanto a guarnição da PM procedia a apresentação dos suspeitos.

Na delegacia, os irmãos confessaram a autoria do crime, afirmando que a ideia de matar Andriely foi elaborada por Jaqueline e executada pelos dois. Conforme o delegado, os assassinos contaram que pegaram a vítima e a levaram para uma área de mata, a arrastaram e a executaram com golpes de faca e estaca. Ainda segundo o delegado, Jaqueline tinha um relacionamento extraconjugal com o marido de Andriely.

Os dois foram autuados em flagrante por homicídio qualificado e serão encaminhados para Unidade Prisional de Itacoatiara.