Manaus – Na manhã desta sexta-feira a polícia civil elucidou homicídio ocorrido em fevereiro deste ano, no bairro Cidade de Deus, zona norte, com as prisões, em flagrante, de Matheus Siqueira Gomes, 21, e de Cleiton Leal Alencar, 20, por roubo.

De acordo com o delegado Juan Valério, Matheus é autor do homicídio de Francisco Adelandio Marques Carioca, o “Neném”, ocorrido no último dia 12 de fevereiro, no Conjunto Braga Mendes, bairro Cidade de Deus, zona norte. A vítima tinha 34 anos. Valério explicou que Francisco era sobrinho do narcotraficante João Pinto Carioca, o “João Branco”. Valério relembrou que o homicídio aconteceu em um salão de beleza situado na rua Ouro. Na ocasião, Matheus estava em posse de uma arma de fogo e quando invadiu o estabelecimento efetuou dois disparos de arma de fogo na cabeça da vítima.

“Matheus estava jurado de morte pelo traficante ‘Neném’, que comandava a comercialização de drogas no Conjunto Braga Mendes. Matheus estaria cometendo roubos naquela área e isso atrapalhava o tráfico de drogas na região. Matheus, que já teria trabalhado para Francisco, já estava com a morte decretada naquela área. Como ele não podia mais atuar no local, começou a praticar os crimes na área do bairro Mauazinho, zona leste, mas queria voltar para o Conjunto Braga Mendes. Como Francisco já o tinha jurado de morte, Matheus se adiantou e acabou matando o adversário”, declarou Valério.

Segundo o titular da DEHS, Matheus e Cleiton foram presos na noite de quinta-feira (22/2), por volta das 21h, por policiais civis da Derfv e Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), durante a operação “Jejuardes”, deflagrada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). A dupla foi interceptada na avenida Silves, bairro Crespo, zona sul da cidade, após roubar uma escola da rede pública de ensino, situada no bairro Educandos, zona sul.

Matheus foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisório, (CDPM), onde vai ficar a disposição da justiça.