Um homem identificado como Jeffeson da Silva Moldes, 29 anos foi preso neste domingo (27) em Manaus com um fuzil AK 47 e outros armamentos no bairro Colônia Oliveira Machado, Zona Sul. Jefferson da Silva Moldes é suspeito de guardar armas para uma facção criminosa que atua dentro da Invasão Monte Horebe, na Zona Norte de Manaus. A polícia investiga se o material apreendido tem relação com mortes ocorridas naquela região.

Na noite da última terça-feira (22), a Polícia Militar deu início à operação “Hexágono” na invasão Monte Horebe e bairros da redondeza por conta dos homicídios que ocorreram no local.

O subcomandante da Força Tática, capitão Paulo Furtado, informou que – durante a ação policial em diversos pontos dentro da invasão – os traficantes resolveram retirar os armamentos do local e enviar para a Zona Sul, para serem guardados até a operação ser finalizada.

“A população de bem viu que estavam escondendo as armas, fez a denúncia de forma anônima e informou que os traficantes tinham levado as armas para a Zona Sul”, disse.

Com a denúncia, uma equipe se deslocou para o bairro Colônia Oliveira Machado, onde o suspeito foi localizado.

“Ao avistar a viatura, o infrator tentou empreender fuga com uma arma na cintura. No entanto, os policiais o alcançaram, ele foi contido e entregou o local onde estavam escondidas outras armas”, completou.

Dentro da residência do suspeito, a Força Tática apreendeu um fuzil AK 47, duas pistolas, dois revólveres e munições.

Apresentado para a imprensa na tarde deste domingo (27), o suspeito não quis falar sobre o caso.

Ainda segundo o capitão da Força Tática, o suspeito já foi preso anteriormente com uma grande quantidade de armamento. “Acreditamos, sim, que ele guardava as armas para um bando criminoso. Foi um forte golpe que demos na estrutura de uma facção”, contou.

Fonte: G1 Amazonas