Manaus – Um homem de 25 anos, foi preso na manhã desta quarta-feira (23) acusado de torturar a própria filha de 3 anos com uma colher quente. O caso  no dia 7 de outubro, na casa onde eles moram no bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

O homem também é acusado de cárcere privado. Durante apresentação na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), a titular Joyce Coelho disse que o homem estava sozinho em casa com a criança de 3 anos e com as irmãs de 1 e 4 anos.

Durante depoimento, o homem alegou que queimou a criança como forma de punição pois ela estava desobedecendo. Sem paciência, o suspeito esquentou uma colher e começou a queimar as mãos, pés e barriga da menina. 

Os gritos da menina foram ouvidos pelos vizinhos e relataram tudo a mãe assim que ela chegou do trabalho. A mulher se desesperou para socorrer a filha, mas foi impedida pelo marido que manteve a família em cárcere privado por 3 dias.

No dia 10 de outubro, a mulher aproveitou que o acusado saiu de casa por alguns minutos e foi imediatamente para o hospital. Na unidade, os médicos acionaram a Depca.

O acusado vai responder por tortura e cárcere privado.