Manaus – Na noite da última sexta-feira (5), ppr volta das 22h30, um homem de 25 anos foi agredido por sua ex-companheira. A mulher também de 25 anos é praticante de luta livre e foi até a residência da vítima cometer os atos na frente do filho de 13, no bairro Monte das Oliveiras, zona Norte de Manaus.

A vítima foi até o 6 Distrito Integrado de Polícia (DIP), por volta das 9h deste sábado relatando os momentos de tensão vivido no dia anterior. Para autoridades o homem contou que já estava separada e que a mulher não aceitava o fim do relacionamento, mas que ele nem desconfiou das intenções da agressora quando a mesma marcou um encontro na rua resistência.

O homem contou que deixou o aparelho celular sobre a mesa e que a lutadora viu troca de mensagens com outra mulher, foi aí que a baixaria começou. Foram chutes, tapas e chicotadas para todo lado: “Ela se alterou, puxou o fio do ar-condicionado, tentou me enforcar, me bateu bastante e o pior foi que o meu filho ficou vendo tudo. Fiquei tentando empurrar a porta para que ela não entrasse e ela chutando. Ainda consegui tirá-la de dentro de casa, mas ela não estava satisfeita. Ela quebrou fogão, quebrou guarda-roupa, destruiu minha casa inteira”, relatou o homem.

O jovem contou que não reagiu às agressões e apanhou sem fazer nada por saber que a mulher poderia alegar para a polícia que foi agredida. “Fiquei até com medo de denunciar porque sei que a Justiça sempre vai pro lado da mulher. Só vim porque tenho todas as provas. Tenho foto dela entrando e saindo da minha casa. Fotos dos móveis destruídos e vídeos também. Hoje ela está belíssima no trabalho e eu estava em casa todo ferido”, explicou.

Após o caso ter sido registrado a vítima foi encaminhada para realizar exames de corpo de delito Instituto Médico Legal ( IML)