Amazonas – A 2ª Companhia Fluvial do Batalhão Ambiental, acaba de chegar em Manaus, com o corpo de um homem identificado como Edison Pereira Costa, 22 anos, que foi morto ontem por volta de 14h, na comunidade Canaã do Ariaú no Rio Negro, na Marina Davi, no bairro Ponta Negra, zona oeste da cidade.

De acordo com o Batalhão Ambiental, o corpo veio com mãe, esposa e o filho da vítima de apenas 2 anos. Na ocasião, Edison foi atingido com vários tiros durante uma briga entre membros de uma facção criminosa na comunidade. No entanto, somente hoje o corpo foi removido à cidade.

Os suspeitos do assassinato são denominados por Leu, Junho, Inácio, Dodó e Fernando (todos da Comunidade Monte Sinai), no Garapé Açú e mais dois criminosos da Compensa, identificados como Ezio vulgo ‘Cachorro’ e Dublê, que fugiram do local, levando uma embarcação de cor vermelha e branco, motor de popa 15HP, de nome Deus é fiel em sua lateral.

O Instituto Médico Legal já se encontra na Marina Davi para a remoção do corpo. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros irá investigar o caso. 

Tags: , , , ,