Funcionário não aceita demissão, mata patrão e depois comete o suicídio; cenas fortíssimas

Por Bruno Almeida em 17 de dezembro de 2020 às 8:44 | Atualizado 17 de dezembro de 2020 às 8:53

Brasil – Um ex-funcionário de uma ferragista invadiu o comércio, assassinou brutalmente o gerente da empresa a tiros, atingiu outro colaborador na perna e se matou com um tiro na cabeça dentro do local, na tarde da última quarta-feira (16), em Goiânia.

O atirador trabalhou na loja de ferramentas por mais de 15 anos e foi demitido há um ano.

“Esse atirador achava que o gerente era o responsável pela demissão dele naquela época. Por isso, ele voltou esse tempo depois para matá-lo”, relata o policial.

Veja vídeo:

Deixe seu comentário