Facção criminosa com fuzis e pistolas atacam policiais em operação na Cidade de Deus; veja o vídeo - Portal CM7 - Notícias de Manaus e Amazonas
Manaus - Amazonas - 10:31
16 de Junho de 2019



Facção criminosa com fuzis e pistolas atacam policiais em operação na Cidade de Deus; veja o vídeo



Rio de Janeiro – Criminosos da Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio, e policiais militares se envolveram em uma intensa troca de tiros no início da manhã desta quarta-feira (12). O confronto foi flagrado pelo Globocop por volta das 6h30, como mostrou o Bom Dia Rio.

Nas imagens, homens armados de pistolas e fuzis se abrigavam atrás de um muro e usavam buracos para disparar contra um veículo blindado da PM que tentava se aproximar. Essa barreira já havia sido demolida pelos militares, mas foi reerguida.

Foram cerca de 30 minutos de tiroteio. Às 7h10, os criminosos recuaram para uma área de mata. Às 7h15, um helicóptero da Polícia Civil chegou para dar apoio aos militares em terra.

Por volta das 10h20, moradores da comunidade chegaram a interditar a Estrada Marechal Miguel Salazar Mendes de Moraes, na altura do nº 649, nos dois sentidos. Ainda não há informações sobre o que motivou o protesto. Segundo o Centro de Operações, às 10h50 a via tinha sido liberada ao tráfego.

Tática de revezamento

Atrás da barreira, criminosos se revezavam nos disparos contra a equipe policial. Alguns tiros atingiram o muro, levantando uma pequena fumaça de concreto.

A construção é utilizada pelos bandidos para se esconder e monitorar a movimentação das equipes policiais na comunidade. Foi reerguida pelos criminosos depois de ser destruída por agentes do mesmo batalhão em outra operação na Cidade de Deus.

De acordo com as primeiras informações, a operação tem como objetivo remover residências irregulares na comunidade, mas, com a chegada das equipes policiais, houve confronto.

Segundo o aplicativo Onde Tem Tiroteio, já havia registro de disparos nas localidades Karatê, 15 e 69 na comunidade por volta das 5h50.

Outros flagrantes

A Cidade de Deus é uma das áreas mais conflagradas da cidade. O Globocop flagrou diversos outros confrontos – alguns no mesmo muro do tiroteio desta quarta.

No dia 30 de maio, um homem com tornozeleira eletrônica foi visto em um grupo de 30 criminosos fortemente armados que se movimentava pela comunidade.

Ao mesmo tempo, um veículo blindado da PM tentava se aproximar, mas barricadas fincadas pelo tráfico dificultava o acesso. Em alguns momentos, policiais tinham de sair do Caveirão para remover estacas do asfalto.

Deixe seu like:

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA