Manaus – Na tarde deste domingo, 11, o menino Ioseph Bismarque da Silva, 9, morreu com um tiro no pescoço na casa do pai, localizada no bairro Armando Mendes, Zona Norte de Manaus. A arma pertencia ao pai da vítima.

Segundo a prima de Ioseph, a criança estava passando o fim de semana na casa do pai quando o acidente ocorreu. Por volta das 12h a mãe da criança ligou para saber como o menino estava, duas horas depois, o pai ligou informando que o menino tinha atirado em si mesmo.

O pai, José Ribamar da Silva Ribeiro, é soldado da Polícia Militar. Quando ouviu os disparos, foi até o quarto e encontrou o filho todo ensanguentado no chão. Ele chegou a acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas por causa da demora, levou o filho em seu próprio carro para o Hospital da Criança Joãozinho, localizado na zona Leste de Manaus.

Segundo a plantonista Juliana Viga, da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), o pai da criança afirmou que a arma estava travada em uma prateleira de um dos cômodos da casa. E ainda, disse que José Ribamar vai assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo crime de omissão de cautela, já que há possibilidade dele não ter guardado a arma em local seguro.

O corpo foi encaminhado para o Instituo Médico Legal (IML).