Manaus – Na tarde da última segunda-feira (22), Danilo Antonio Velaco Assis, 27, foi preso por volta das 15h em uma residência localizada no bairro Santa Etelvina, zona Norte de Manaus. Ele é suspeito de assassinar a marteladas o cabeleireiro e dançarino Wenyson Fernandes Miranda, conhecido como ‘Xexéu’, 33, em São Luís, do Maranhão.

Conforme o titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestro (DEHS,) o suspeito é natural de Manaus, havia ido para o Maranhão em novembro de 2019 para um tratamento de drogas e voltou para a capital amazonense em março deste ano, após cometer o crime.

‘Danilo’ teve um relacionamento homoafetivo com o dançarino em 2019 quando estava em tratamento para se livra da dependência química no Estado do Maranhão. 

Entenda o caso

A Polícia Civil encontrou na manhã do dia 5 de fevereiro desse ano o corpo do dançarino Wenyson Fernandes Miranda, de 33 anos, que estava desaparecido desde a segunda-feira dia 3 do mesmo mês. Wenyson era homossexual e foi encontrado morto por familiares na casa onde morava, na Vila Isabel Cafeteria, na região da Cohab, em São Luís.

Além de dançarino, Wenyson já trabalhou como cabeleireiro e era conhecido como ‘Xexéu’. Até o momento, a polícia confirma que houve luta corporal como o companheiro identificado como Danilo Antonio Velaco Assis.

“A vítima estava amarrada e com lesão na cabeça que pode ter sido de martelo, ou madeira. Houve luta corporal e também foi notada a falta de alguns objetos e um valor financeiro de 800 reais. Agora é uma questão de tempo para a gente achar o autor. Existem suspeitas de que seria um companheiro que ele estaria se relacionando ultimamente”, afirmou o delegado Felipe César, que investiga o caso.

A polícia também suspeita de que o autor tentou mudar a cena do crime para parecer um suicídio e por conta disso deve responder pelo crime de ocultação de cadáver.

Confira o momento em que o boy boa pinta chega na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Veja vídeo;