Donos do Vitória Supermercados têm prisão prorrogada por assassinato do sargento Lucas, determina Justiça

Por Letícia Souza em 21 de outubro de 2021 às 22:19 | Atualizado 21 de outubro de 2021 às 22:20

Manaus – O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) prorrogou a prisão dos empresários Joabson Agostinho e Jordana Azevedo nesta quinta-feira (21), por envolvimento com o assassinato do Sargento Lucas Guimarães. A medida foi em atendimento a um pedido da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM).

Conforme a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o casal foi interrogado na prisão e até o momento não se tem informações tão concretas da parte deles que ajude a Polícia nas investigações.

Em razão da prorrogação, a Especializada tem mais de 30 dias para investigar minuciosamente o caso, a fim de ter conhecimento do que, de fato, teria levado os empresários a mandarem um pistoleiro matar Lucas. Vale ressaltar que, até o momento, não há pistas da identificação e paradeiro do homem que aparece nas filmagens no dia do crime.

Leia mais:

Bomba: sargento teria sido morto por ter se envolvido com a esposa do proprietário do Vitória Supermercados

Sem ensino superior, donos do Vitória continuam presos em celas comuns

Infiel do Vitória Supermercados era constantemente agredida pelo marido, revela prints

Deixe seu comentário