Manaus –  Após ser acusado de assédio o empresário Wellington Vegas de Oliveira de 38 anos,  contou sobre o ‘caso de amor’ e consequentemente “caso de polícia”, entre ele e uma ex-gerente de uma de suas barbearias. 

Para o Portal do Jota o empresário disse que se manteve calado durante toda a acusação e repercussão do caso, mas diante de tantas inverdades o Wellington resolveu se manifestar. 

“Tenho todas as nossas conversas de Whatsaap desde de o dia 06/01/2020 , e nela além de muitos assuntos pessoais e mensagens carinhosas, assuntos de trabalho, tenho o exame de gravidez que ela fez dia 26/01/20 , tenho fotos com testemunho e local e hora de eu e ela nos beijando dia 30/01/20 , tenho várias testemunhas do nosso envolvimento atual, e de que após a chegada de uma amiga vinda de outro estado ( que ainda está em Manaus ), essa pessoa que me acusa mudou o comportamento, chorando pelos cantos, e se tornou mais agressiva”, contou.

Wellington acrescentou ainda que no dia do ocorrido, ao contrário do que foi informado pela ex-gerente, ela me pediu carona, ao empresário ele disse que tem testemunhas que presenciaram a situação. 

“Mais uma vez tenho testemunhas disso, no final ficamos só eu e ela, como por várias vezes aconteceu, e eu fui explicar que não tinha mais condições de a gente misturar as coisas, pós ela não estava dando conta do serviço. Começamos a discutir e ela tentou me agredir, ela pegou o celular entrou no banheiro mandou uma mensagem pra sua amiga ligar para um amigo policial , tudo isso calmamente, eu achando que ela estava enxugando as lágrimas, e em seguida se arranhou, eu disse vamos embora agora, chamei ela, puxei ela para a gente ir embora, tanto que quando o amigo policial chegou nos já estávamos nas escadas do estabelecimento. E não em cárcere privado! A roupa dela estava intacta”, disse. 

O empresário finaliza dizendo que a ex-gerente era uma pessoa de confia, mas eles misturaram às coisas e ainda esclarece sobre os processos que responde na justiça.”Sobre meus processos do passado, sim tenho situações que respondi, fui julgado, e inocentado. Tenho 2 processos em andamento e estou respondendo. Tenho milhões de erros, mais ou menos que muitas pessoas, Mas deixem que a justiça decida e não julguem somente por 1 lado da história, pois existem provas materiais das mentiras e não só palavras”. concluiu. 

Com informações Portal do Jota