Criminosos planejam vingança contra PMS nas redes sociais em Parintins - Portal CM7
 
Manaus, 17 de dezembro 26 ºC Tempestades isoladas
Mercado financeiro
DólarR$ 3,308 -0,85%
EuroR$ 3,8734 -1,7%
 
 
Home / Últimas Notícias / Polícia / Criminosos planejam vingança contra PMS nas redes sociais em Parintins

Criminosos planejam vingança contra PMS nas redes sociais em Parintins

Da redação | 01/06/2016 12:18

Parintins (AM) – Criminosos estão usando as redes sociais para planejar atentados contra policiais militares em Parintins. No facebook eles conversam e ameaçam anunciando a possibilidade de derramarem sangue de quem atua na segurança pública. As conversas ocorrem após a morte do detento do regime semiaberto Joaquim Teixeira Machado, o Bodinho, 21, que morreu na madrugada de domingo, 29, após ser atingindo pelo soldado da Polícia Militar André Cunha com 13 tiros. O fato aconteceu na Avenida Paraíba, bairro Itaúna I.

Joaquim Teixeira Machado, o Bodinho

De acordo com o comandante do 11º Batalhão Tupinambarana Valadares Jr, o Bodinho, teria tentando assaltar o militar que estava com a esposa. O meliante atirou contra o soldado atingindo a perna do militar. O soldado tentou se abrigar com a esposa numa residência próximo ao local e pedia para Bodinho deixar a arma o que não ocorreu, pois continuou atirando segundo algumas testemunhas. “O policial para se defender disparou contra ele”, afirmou o comandante da PM ao Jornal da Amazônia da Rádio Alvorada na tarde de ontem.

Nas redes sociais Dadazinho Soares, elemento com várias passagens pela policia conversa com Kendson de Souza onde falam abertamente em tentar contra a vida de policiais militares. No dialogo Kendson diz que o policial não agiu em legitima defesa. “Foi uma execução do moleque”, escreve.

Dadazinho é mais audacioso e afirma: “Tem que meter bala nos PMs safados que se escondem atrás de uma farda. Comédia”. Ele continua: “Sou bandido com muito orgulho e a família não vai deixar a morte do mano assim não”.

Valadares Jr

Kendson concorda: “Tamo junto nessa. Tem que meter bala nos PMS safados. Se for pra dar sangue pelo irmão a gente dá. Mas se for pra tirar também a gente tira”.

O 24 horas conversou agora pouco por telefone com o comandante da Polícia Militar em Parintins Valadares Jr. Ele comentou esse fato novo que envolve possíveis criminosos em redes sociais planejando vingança contra policiais militares. O tenente coronel pediu cautela afirmou que todos os procedimentos estão sendo tomados. “Vejo isso com pesar, pois o policial militar sofreu o atentado e estava defendendo a própria vida e se dedica a defender a sociedade”, assegurou

Ele afirmou que a tropa procura ter cuidado nas ações do dia a dia no sentido de preservar sua própria vida. Mas reconheceu que na era das mídias sociais muitas questões são discutidas e no caso da publicação de alguns criminosos a tentativa de intimidar policiais também vai ocorrer. “A polícia militar não deixará de cumprir a sua missão defender a sociedade. A polícia civil está investigando o caso e logo teremos respostas sobre esses episódios”, concluiu.

Informações eMatéria Parintins 24 Horas

{{post.date}}

 


Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA