Corpos são jogados no chão do IML para identificação após os massacres nos presídios de Manaus - Imagens Fortes - Portal CM7 - Notícias de Manaus e Amazonas
Manaus - Amazonas - 17:37
20 de Junho de 2019

Topo


Corpos são jogados no chão do IML para identificação após os massacres nos presídios de Manaus – Imagens Fortes


Manaus- Um caos se instalou no IML de Manaus, com poucos peritos e falta de material os corpos chegam de hora em hora para identificação. Familiares desesperados pedindo notícias e até o momento ninguém teve acesso aos corpos.

A maneira encontrada para tentar contornar as limitações estruturais e de recurso humano é usar de improviso. Até mesmo os furgões que fazem o transporte dos corpos ao IML precisam ser modificados para acomodar um maior número de mortos.

Originalmente construídos para abrigar quatro corpos, com a retirada do compartimento central de metal, os furgões conseguem abrigar até dez corpos. Ao todo, o IML dispõe de seis veículos do tipo.

Mortes em presídios

Entre esse domingo (26) e esta segunda-feira (27), foram mortos em presídios de Manaus 55 presos.

Em coletiva realizada no começo da noite desse domingo (26), no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), o secretário de Administração Penitenciária, coronel Marcos Vinicius Almeida, descartou a classificação de “rebelião” no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), onde 15 haviam sido mortos. Segundo ele, o ato não foi motivado por disputas entre grupos criminosos que atuam nas penitenciárias.

No começo da tarde desta segunda-feira (27), a Seap havia confirmado que novos detentos foram encontrados sem vida em três unidades prisionais do Amazonas. Os corpos foram achados em celas, mas o número de vítimas não tinha sido divulgado. Mais tarde o Governo confirmou 40 mortes apenas hoje, totalizando 55 em dois dias.

Segundo o titular da Seap, a briga interna no Compaj ontem começou por volta das 11h. O diretor da unidade acionou o recém-criado Grupo de Intervenção Penitenciária (GIP) que, com o apoio da Polícia Militar, controlou a movimentação em cerca de quarenta minutos.

Os detentos utilizaram estoques produzidos com escovas de dentes como armas. Outros detentos morreram por asfixia. No total, 10 presos do pavilhão 5 e 5 no pavilhão 3.

NSTITUTO PENAL ANTÔNIO TRINDADE –  IPAT*

1.       MICHAEL NOGUEIRA FERNANDES

2.       LEONARDO MARINHO ARAÚJO

3.       MARCILEY SALGADO GUIMARAES

4.       RAFAEL DA SILVA FERREIRA

5.       IVONEI BASILIO DE SOUZA

6.       JONATHAN DE OLIVEIRA PROCOPIO

7.       ALLISON FONTOURA SILVA

8.       BRUNO DE OLIVEIRA ARAUJO

9.       SERGIO AUGUSTO DA SILVA BATISTA

10.   ANDRE SILVA DOMINGOS

11.   ANDRE HENRIQUE BASTOS DOS SANTOS

12.   GUILHERME FERREIRA COELHO

13.   FABIO SILVA MACIEL

14.   IVANILSON CALHEIRO AMORIM

15.   PAULO DA SILVA OLIVEIRA

16.   GABRIEL ILARIO LOPES DE JESUS

17.   ALEXANDRE DA SILVA MORAES

18.   THIAGO MOREIRA LIMA

19.   LUIZ MARIO MARTINS FIGUEIRA

20.   WILLIAM WILLER SOUZA DE SOUZA

21.   MARCOS RAILSON DA ENCARNAÇAO COUTINHO

22.   ERNANDES DA SILVA OLIVEIRA

23.   THAYLOAN DA SILVA TIMOTEO

24.   MOISES SILVA DA SILVA

25.   JEFERSON DE OLIVEIRA BRANDAO

COMPLEXO PENITENCIÁRIO ANÍSIO JOBIM – COMPAJ

1.       BRUNO BORGES GONÇALVES

2.       ELDER ARAUJO COSTA

3.       THIAGO PAIVA AMANCIO

4.       DEMERSON EVANDRO SANTOS DA SILVA

CENTRO DE DETENÇÃO PROVISÓRIA MASCULINA – CDPM1

1.       FABIO QUEIROZ FERREIRA

2.       LUCAS VIEIRA CAVALCANTE

3.       DIEGO SABINO DE ARAUJO

4.       JAIRO ALVES DE FIGUEIREDO

5.       LUAN DE LIMA SOARES

UNIDADE PRISIONAL DO PURAQUEQUARA – UPP

1.       ANDERSON BARROS DE OLIVEIRA

2.       JOHN WAGNER SOUZA DA SILVA

3.       ORLAMILDO DE SOUZA ALVES GALERIA

4.       ROBSON RODRIGUES DE LIMA

5.       PABLO ROBERTO NASCIMENTO FERREIRA DA SILVA

6.       EMERSON MATHEUS PINTO DA SILVA

 

 

Deixe seu like:

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA