Corpo de amazonense morto na Venezuela deve chegar a Manaus nesta terça (16)

Por Eudógio Gonçalves em 15 de janeiro de 2018 às 8:29 | Atualizado 15 de janeiro de 2018 às 8:29

Manaus – Na madrugada de terça-feira, 16, o corpo do turista amazonense Amaury Castro da Silva, 47, assassinado na noite do último sábado (13) durante uma emboscada nas proximidades da cidade de Puerto Ordaz, na Venezuela, deve chegar em Manaus. Ele estava em um comboio de nove carros, os assaltantes levaram dinheiro, celulares e documentos deles.

Segundo informações de familiares da vítima, o corpo de Amaury deve ser transportado de Puerto Ordaz para o município brasileiro de Pacaraima, na fronteira entre o estado de Roraima e a Venezuela. Em seguida, será transportado em um avião da Rico Linhas aéreas, empresa onde Amaury trabalhava, em voo direto até Manaus. A esposa de Amaury, Bárbara Silva, que também estava na Venezuela com o marido, providenciou a documentação para o transporte do corpo.

Amaury teria reagido, fechando o carro dos criminosos, impedindo que os ladrões roubassem outros familiares que estavam no comboio. De acordo com informações, o Ministério de Relações Exteriores está prestando assistência à família e aos demais turistas que também tiveram seus pertences levados na rodovia.

Deixe seu comentário