Manaus – Após 25 dias de intensas buscas o corpo da adolescente Alice de Lima Vieira, de 16 anos, o cadáver foi removido nas primeiras horas desta quinta-feira (05), pelo Instituto Médico Legal (IML), em uma área de mata fechada no bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus. Por conta do lugar ser de difícil acesso, o Corpo de Bombeiros ajudou na remoção. 

Alice foi encontrada nesta quarta-feira (04) pelo próprios familiares. Um tia de Alice, de 40 anos, que preferiu não se identificar, relatou que a família toda estava exausta, mas incansável nas buscas pelo corpo de Alice. “Vocês não sabem o sofrimento que nós passamos durante esses dias todos. Estávamos desde às 8h neste mesmo local, até que encontramos o corpo, já no final da manhã. Não importa o que aconteceu, o que importa é que ela é do nosso sangue. O importante é que nós estamos aqui”, disse a tia de Alice.

Alice desapareceu no dia 9 de novembro, a mãe dela reconheceu a filha após um vídeo de Alice morta viralizar nas redes sociais, só que ninguém encontrava o corpo da jovem que foi sequestrada por traficantes. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a equipe do bombeiros adentrou a mata, percorrendo uma distância de aproximadamente 300 metros. O corpo estava enterrado superficialmente e não houve maiores dificuldades para realizar a remoção. A equipe composta por 5 bombeiros militares atendeu a ocorrência e a repassou para a Polícia Civil e IML.

    

A adolescente de 16 anos era filha única e deixa uma filha de 2 anos e 5 meses.

 

Veja vídeo